Qual a hora certa para dar liberdade ao filho

Celular, sair sozinho, dormir fora… Há regras para cada idade.

Na casa do professor Pedro Leite Barbieri, 38 anos, e de sua mulher Eldis Sartori, as regras possuem alguma dose de liberdade. As filhas Beatriz, 3 anos, e Maria Clara, 6, até podem dormir fora, mas só na casa das primas, com a supervisão dos tios. Celular? Só um velho, no modo avião, para brincar. “É uma questão de cuidado mesmo. Elas são muito novinhas. A mais velha até já toma banho sozinha, mas a gente vigia para garantir que dê tudo certo“, contou Pedro. A preocupação de Pedro e Eldis é a mesma de quase todos os pais, afinal filhos não têm manual de instrução. Quando é “cedo demais” para dar liberdade às crianças? Segundo a psicóloga e doutora em Educação pela Universidade de Paris, Maria Renata Prado, é preciso observar a autonomia da criança, que depende muito da criação dos pais. Mas ela lembra que existem idades médias em que os pais podem se basear na hora de responder à pergunta: Qual é a hora certa para…

…ir sozinho para a escola? Por volta dos 12 anos, mas isso depende muito da maturidade da criança. A fase inicial desse processo requer monitoramento. Comece levando-o para escola sem interferir em suas atitudes. Observe se ele olha para os dois lados, se conhece o caminho, se fala com estranhos, etc.

… ter o primeiro celular? Por volta dos 10 anos. É preciso, porém, diferenciar vaidade de necessidade e impor limites no uso, desde o início.

… ter a chave de casa? Nunca antes dos 10 anos e, primeiro, a criança deve passar por situações que lhe deem autonomia.

… dormir na casa de coleguinha? Pode variar dos 3 aos 10 anos e depende muito dos seus hábitos noturnos. Uma criança com dificuldade de dormir sozinha ou que vai para a cama dos pais à noite terá mais dificuldade. As mais independentes, que não usam fraldas nem urinam na cama, devem iniciar esse hábito assim que tiverem oportunidade. Os pais só precisam conhecer e confiar na
família do colega.

…andar de ônibus? Sozinhos, só entre os 14 e 15 anos. O adolescente tem mais responsabilidade e consciência dos perigos. Sabe como evitá-los e enfrentar imprevistos.

.. ir a uma festa sem adultos? Sem os pais, a partir dos 8 anos, levando em conta onde será a festa e quem serão os adultos responsáveis. Se todos os amigos dele costumam ir, deixá-lo de fora pode trazer frustração e problemas no grupo. Mas uma festa sem
qualquer adulto, só para adolescentes a partir dos 14 ou 16 anos.

… ganhar mesada? A partir dos 3 anos os pais já podem explicar a importância do dinheiro com um cofrinho. Mas a mesada deve vir por volta dos 10 anos, quando a criança já tem a noção de preço. Mas é importante fazer algumas combinações. Se o dinheiro é para uma semana, gastou antes, fica sem.

… ter conta nas redes sociais? Pelas regras do Facebook, a idade mínima é 13 anos, mas o diálogo é a forma mais eficiente de proteger
os filhos nesse ambiente. Isso envolve conscientizar as crianças sobre os perigos, conhecer bem sua vida e mostrar-se aberto para a conversa.

… ajudar em casa? Desde os 2 anos as crianças já podem começar a ajudar nas tarefas domésticas, arrumando seus brinquedos, dando comida ao animal de estimação ou tirando o pó. Aos 4 ou 5 anos, já podem ajudar na preparação das refeições ou na arrumação
das compras de supermercado, por exemplo. As tarefas devem estar de acordo com a idade.

… tomar banho sozinho? Ensine seu filho a tomar banho a partir dos 5 anos. Fique sentado ao lado do chuveiro e vá falando como ele deve fazer. Aos 8, elenão precisa mais de supervisão, desde que haja um adulto em casa. A porta do banheiro deve estar destrancada.

RENATA LACERDA
rlacerda@redegazeta.com.br

Previous

Next

Comments are closed.