Descubra 7 maneiras de pular o carnaval

Conhecer manifestações culturais de todo Brasil se torna uma aprendizagem para os alunos, pais e professores.

Conheça algumas manifestações culturais brasileiras que, na época do Carnaval, encontram uma brecha para entrar no conteúdo escolar de maneira natural e curiosa. Muitos dos ritmos citados, bem como o próprio Carnaval, têm vínculos com religiões, principalmente as de matriz africana. Essas manifestações populares podem ser trabalhadas com os alunos a partir de um enfoque cultural e histórico. Saiba um pouco mais sobre elas e sobre os diversos "Brasis" que envolvem essas culturas.

ENTRUDO

É basicamente o primeiro formato do carnaval popular brasileiro, e surgiu durante o Império (século 19). O nome da manifestação significava "entrada". Tratava-se de celebrações populares realizadas pelos escravos negros nas ruas das cidades. Para a folia, eram usados artifícios como água perfumada e batuques animados por bumbos e tambores. Foi depois desse tipo de festa nas ruas que surgiram os primeiros clubes carnavalescos precursores das atuais escolas de samba.

MARCHINHAS

Esse gênero musical tem origem nas marchas populares portuguesas e foi o principal ritmo do Carnaval brasileiro da década de 1920 à década de1960. Também chamada de marcha de Carnaval, as marchinhas tiveram a pianista Chiquinha Gonzaga como mãe de composição. As marchinhas atingiram seu auge com as interpretações de nomes consagrados da música popular brasileira, entre eles Carmen Miranda, Dalva de Oliveira, João de Barro, o Braguinha, Noel Rosa, Ary Barroso e Lamartine Babo.

SAMBA

Esse ritmo teve sua origem musical e cultural no samba de roda realizado em Estados nordestinos do Brasil. O gênero musical ganhou uma conotação urbana no Rio de Janeiro, onde se misturou com outros ritmos como a polca, o maxixe e o xote. A partir daí, o samba urbano e carnavalesco tomou as ruas de muitas cidades do Brasil.

MARACATU

Existem dois tipos de maracatu, o de Baque Virado, também conhecido como Maracatu Nação, e o de Baque Solto, também chamado de Maracatu Rural. O registro mais antigo que se tem sobre o Maracatu de Baque Virado data de 1711, mas sua origem é incerta. O que se sabe é que ele surgiu em Pernambuco e vem se transformando desde então. A manifestação tem relação com o candomblé (religião de matriz africana) e com a coroação de escravos negros, antiga estratégia de dominação desse povo pelos colonizadores. O ritmo é marcado por instrumentos de percussão e a dança se desenvolve num cortejo que conta com rei, rainha e toda uma corte simbólica. Já o Maracatu Rural não tem vínculo religioso e se associa ao folclore pernambucano. As personagens principais dessa manifestação são os caboclos de lança, representados por trabalhadores rurais que com as mesmas mãos que cortam cana, lavram a terra e carregam peso, bordam suas fantasias e tocam o ritmo acelerado da música.Existem dois tipos de maracatu, o de Baque Virado, também conhecido como Maracatu Nação, e o de Baque Solto, também chamado de Maracatu Rural. O registro mais antigo que se tem sobre o Maracatu de Baque Virado data de 1711, mas sua origem é incerta. O que se sabe é que ele surgiu em Pernambuco e vem se transformando desde então. A manifestação tem relação com o candomblé (religião de matriz africana) e com a coroação de escravos negros, antiga estratégia de dominação desse povo pelos colonizadores. O ritmo é marcado por instrumentos de percussão e a dança se desenvolve num cortejo que conta com rei, rainha e toda uma corte simbólica. Já o Maracatu Rural não tem vínculo religioso e se associa ao folclore pernambucano. As personagens principais dessa manifestação são os caboclos de lança, representados por trabalhadores rurais que com as mesmas mãos que cortam cana, lavram a terra e carregam peso, bordam suas fantasias e tocam o ritmo acelerado da música.

AFOXÉ

É manifestação afro-brasileira também chamada de candomblé de rua. O termo afoxé provém da língua africana iorubá. O ritmo se mostra nas ruas misturando dança, cantos religiosos e batucadas feitas com instrumentos de percussão.

SAMBA DE RODA

É a origem do samba brasileiro. Esse ritmo nasceu na Bahia, mais precisamente no Recôncavo Baiano, e está associado à cultura afro-brasileira. A música se compõe principalmente na junção dos sons do pandeiro, do atabaque, das palmas e dos cantos dos dançantes reunidos em roda.

FREVO

Esse ritmo típico do Nordeste brasileiro nasceu em Pernambuco, no fim do século 19. Extremamente acelerado, o frevo é um ritmo criado por compositores de música ligeira, feita para o carnaval. A dança é marcada pelos inconfundíveis passos soltos e acrobáticos.

Texto Mariana Queen

 

Comments are closed.