Ensino Médio – Projetar

Pesquisa: jovens passam mais de 6 horas jogando no computador
Dados foram obtidos em atividade realizada pelos alunos do Projetar.
Um trabalho de inglês revelou que muitos jovens têm gasto excessivamente seu tempo com jogos de computador. A pesquisa foi realizada pelos alunos do 1º ano do Ensino Médio do Sistema de Ensino Projetar.
O projeto denominado “Precious Time” (Tempo Precioso) teve como objetivo discutir os benefícios e malefícios do uso das tecnologias para o entretenimento e o tempo gasto nessas atividades. O trabalho escolar foi orientado pelas professoras Raquel Albuquerque e Jonisete Bissoli.
A pesquisa revelou que 5% dos alunos do 8° ano gastam mais de seis horas jogando no computador e 50% dos alunos do 6° ano jogam de uma a três horas por dia. A preferência, apontada pelos adolescentes, são jogos que fazem referência à violência e ao crime.
A professora Raquel Albuquerque alertou que o uso do computador deve ser feito de maneira equilibrada. “Os jogos em si não são totalmente ruins. Muitos deles são muito importantes no aprendizado. É preciso atenção e buscar o entretenimento de maneira equilibrada e seletiva. Determinados jogos podem influenciar a personalidade da pessoa, por isso é preciso manter a cautela”, explicou.
Segundo a professora, os próprios alunos ficaram surpresos com os resultados obtidos e reconheceram que o tempo gasto exageradamente em jogos pode gerar consequências físicas e sociais.
Diante das constatações, os estudantes realizaram uma discussão sobre o tema, dramatizaram um caso e refletiram sobre a importância dos pais estipularem limites e horários para determinadas atividades. O trabalho foi concluído com a apresentação da música “The Lazy Song” (A Música da Preguiça), do cantor Bruno Mars.
 

Comments are closed.