Selo Solidário

Projeto de solideriedade ajuda instituições e empolga alunos em Linhares

O projeto Ação Solidária é desenvolvido pelo Centro Educacional Projetar durante todo ano, e tem tido aceitação dos pais e alunos da escola ao mesmo tempo em que ajuda instituições filantrópicas de Linhares.

A última atuação do projeto Ação Solidária foi um passeio ciclístico em parceria com o PedaLinhares em homenagem ao Dia das Mães, no qual os participantes ofereceram 1kg de alimento. Esses mantimentos foram doados a duas instituições da cidade, o Projeto Resgate, que trabalha na recuperação de dependentes químicos, e o CLAM, Centro Linharense de Amigos do Menor, que atende crianças carentes dos bairros Planalto, Movelar, Nova Esperança e região.

A coordenadora de projetos da escola, Ana Aparecida dos Santos Souza, comemora o resultado obtido, principalmente na conscientização das crianças. “Com esse trabalho, a Ação Solidária, as crianças e todos os envolvidos tem noção dos problemas dos outros e ficam sensibilizadas”, conta a coordenadora.

Além da conscientização, diz Ana, o trunfo deste projeto é a forma como ele é desenvolvido. “O trabalho começa na sala de aula, com o professor, assim as crianças são preparadas. A seguir tem a participação dos pais e a comunidade e somente depois desse processo é que chegamos às doações para a filantropia. A gente trabalha o social e beneficia a comunidade”, enfatiza.

Finalizando, a coordenadora conta que o melhor fruto do trabalho é a interação entre escola e comunidade. “É a parceria entre escola e sociedade que é a melhor parte, porque assim a gente colabora para fazer um mundo melhor”.

A Ação Solidária contemplou cinco instituições até o momento, são elas: Orfanato Rafael Thoms, Lar da Fraternidade, Orfanato das Irmãs Salesianas, Clam e Projeto Resgate.

Assessoria de Comunicação
Centro Educacional Projetar

Comments are closed.